W RUN THE FINISHER NUTRIÇÃO TREINO SABER VIVER PRODUTOS VÍDEOS FOTOS CALENDÁRIO BLOGS FÔLEGO

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Insira seu email abaixo e clique em "Enviar". Você receberá sua senha no email indicado.
Email:

Entre com o seu cadastro do Sua Corrida.

Email:
Senha:
OU

Ainda não é usuário do nosso conteúdo exclusivo?

21K não é utopia

Correr uma meia maratona é, para muitas mulheres, um sonho distante. Porém, com um bom treino e metas pré-estabelecidas, você verá que a corrida não é nenhum bicho de sete cabeças

Por: Olavo Guerra - São Paulo - 16/07/2014
Compartilhe
21k-utopia

Foto: Thinkstock.

O número de mulheres que se dedicam à corrida não para de crescer. Nos Estados Unidos, elas correm mais do que eles, e aqui no Brasil, o número está se equivalendo (veja mais no DNA de Corredora). E o melhor: já estão partindo para as grandes distâncias (21 e 42 km). Entretanto, algumas ainda pensam que completar uma meia maratona, como a W21K ASICS , é algo inimaginável, impossível. Muito mais do que o treino, o problema pode estar no psicológico delas.

W21K ASICS
Inscreva-se aqui

“Creio que o fato de as corredoras amadoras, normalmente, competirem em provas de 5 e 10K acaba gerando uma barreira psicológica, uma noção de limite”, afirma o mestre e doutorando em psicologia do esporte pela Universitat Autònoma de Barcelona, Maurício Pinto Marques. “Isso também está associado ao tempo de prática esportiva e à facilidade com que uma pessoa sedentária consegue completar as corridas mais curtas.”

Para quebrar essa barreira imposta pela mente, o psicólogo sugere o estabelecimento de metas. “O crescimento progressivo, com a participação em provas de distâncias menores antes de chegar aos 21K, é importante”, afirma. “O processo é subir de degrau em degrau. Se alguém sai do sedentarismo com a ambição de completar uma meia maratona, está planejando fracassar. As metas altas devem existir, mas algumas menores podem ajudar muito a alcançar esse objetivo maior.” Ele lembra: “a meta precisa ser motivante e não torturante.

Se você já está inscrita para a W21K ASICS, mas está receosa sobre seu desempenho, Marques dá uma dica. “A confiança deve ser trabalhada aos poucos durante os treinametos. A melhora dos tempos e o aumento das distâncias devem ser valorizadas”, conta. “O auxílio de colegas, professores e parentes também pode ajudar no processo”, completa.

Na hora da corrida, pensamentos positivos e o foco em cruzar a linha de chegada são fundamentais. “Manter o otimismo e ter confiança no trabalho realizado ao longo dos meses de preparação podem ser a chave do sucesso da corredora”, exalta.

Obrigado por avaliar esta matéria.
53 pessoas deram uma medalha para esta matéria.
Esta matéria merece uma medalha?
Compartilhe

MATÉRIAS relacionadas

NOSSOS BLOGS

TAGS
NEWSLETTER
EVENTOS
próximo evento VENUS 15K RJ 09 DE OUTUBRO