W RUN THE FINISHER NUTRIÇÃO TREINO SABER VIVER PRODUTOS VÍDEOS FOTOS CALENDÁRIO BLOGS FÔLEGO

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Insira seu email abaixo e clique em "Enviar". Você receberá sua senha no email indicado.
Email:

Entre com o seu cadastro do Sua Corrida.

Email:
Senha:
OU

Ainda não é usuário do nosso conteúdo exclusivo?

Está chovendo? Vá treinar!

Correr sob condições adversas pode ajudar na preparação para uma prova

Por: Olavo Guerra - São Paulo - 04/02/2016
Compartilhe
chuva

Foto: Thinkstock

A primavera e o verão brasileiro são marcados pelas chuvas em muitas regiões do país. Mas isso não pode ser desculpa para você deixar os treinos de lado.

A maioria dos atletas prefere trocar a rua ou o parque pela esteira em dias chuvosos. Mas também há aqueles que não abrem mão de correr ao livre, e aproveitam para se refrescar com a água que cai do céu. Para André Pontes, treinador da MPR Assessoria Esportiva, de São Paulo, um ponto importante, nesse caso, é adequar a roupa ao clima. “Existem agasalhos térmicos e impermeáveis que tornam o treino confortável”, conta.

Durante o percurso, o especialista alerta que o corredor redobre a atenção com os desníveis, buracos e obstáculos que podem estar escondidos por poças d´água. E, se possível, adapte o tênis às condições do tempo. “Há modelos que contam com solado de maior aderência, mais seguros na pista molhada”, afirma o treinador.

VEJA MAIS:
Treine em qualquer tempo
Variação de terrenos na corrida

Por que treinar na chuva?
Mesmo com uma esteira disponível, enfrentar as intempéries da natureza de vez em quando pode ser importante durante a preparação para uma prova. “É um modo de estimular o organismo a se adequar às condições adversas que toda atividade oferece”, comenta. Afinal, muitas vezes, aquela corrida-alvo pela qual você está esperando há meses pode vir acompanhada de um dilúvio. Nesse dia, você vai agradecer por ter completado alguns treinos debaixo de água!

Recomendações para o pós-treino
A primeira coisa a fazer após uma corrida na chuva é trocar a roupa molhada imediatamente – pelo menos, a camiseta – e manter o corpo aquecido. “No final de uma sessão de treino, sua resistência imunológica cai por causa do desgaste que o organismo sofreu, pela baixa no estoque de glicogênio e a mudança brusca de temperatura, deixando você mais suscetível ao ataque de vírus e bactérias”, avisa o treinador.

Obrigado por avaliar esta matéria.
11 pessoas deram uma medalha para esta matéria.
Esta matéria merece uma medalha?
Compartilhe

MATÉRIAS relacionadas

NOSSOS BLOGS

TAGS
NEWSLETTER
EVENTOS
próximo evento VENUS 15K RJ 09 DE OUTUBRO