W RUN THE FINISHER NUTRIÇÃO TREINO SABER VIVER PRODUTOS VÍDEOS FOTOS CALENDÁRIO BLOGS FÔLEGO

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Insira seu email abaixo e clique em "Enviar". Você receberá sua senha no email indicado.
Email:

Entre com o seu cadastro do Sua Corrida.

Email:
Senha:
OU

Ainda não é usuário do nosso conteúdo exclusivo?

Casa, academia ou condomínio?

Qual o melhor lugar para malhar? Todos têm vantagens e desvantagens, mas as academias de prédio têm atraído cada vez mais praticantes por seu custo-benefício

Por: Mariana Gianjoppe - São Paulo - 18/10/2013
Compartilhe
Foto: Thinkstock.

Foto: Thinkstock.

A academia é uma ótima aliada de quem corre e quer manter o corpo saudável. Mas tem muita gente que não gosta desse ambiente, do excesso de exposição e das aulas lotadas quando o verão se aproxima. Sem contar aquela preguiça de sair de casa ou do trabalho, enfrentar o trânsito e ir malhar…Por isso, muitos têm apostado em alternativas à academia tradicional.

Montar a sua própria sala de ginástica, em casa, é uma delas. A praticidade é enorme, os equipamentos estão lá disponíveis 24h para o seu treino, mas o custo pode ser bem alto para se chegar perto do que se encontra nas grandes redes. Outros pontos que devem ser colocados na balança é a falta de acompanhamento de um profissional de educação física e o fato de se malhar sozinho, o que, com o tempo, pode se tornar monótono e desestimulante.

Fugindo disso, uma opção que está se tornando cada vez mais popular é treinar no condomínio. Ela também possui vantagens e desvantagens, mas tem atraído por seu custo-benefício. Gabriel Marques, proprietário da RCM Eventos Esportivos, que oferece soluções em saúde e atividades físicas para condomínios e empresas, explica como esse serviço costuma funcionar: “Estabelecemos um contrato junto com a administração do condomínio com uma carga horária e um leque de atividades, como musculação, natação, hidroginástica, recreação infantil, ginástica localizada, pilates, yoga, lutas. Disponibilizamos um profissional de educação física na academia, que vai receber cada aluno e realizar a prescrição de exercícios a partir do seu objetivo e possíveis restrições físicas, acompanhando-o durante a sua progressão”.

No caso da RCM, o principal atrativo de seu atendimento no condomínio é o fato de ser personalizado, e ainda pontuar na comodidade, economia de tempo, sociabilidade e integração entre os moradores. Mas o próprio Gabriel aponta a maior desvantagem: “dependendo do tamanho da academia e do número de equipamentos, a quantidade de exercícios pode ficar restrita”. Financeiramente, compensa: o valor do contrato é rateado entre os apartamentos, sem ser cobrado de forma individual, como é feito nas academias.

A carioca Thais Rodrigues, de 23 anos, decidiu trocar a academia pelo condomínio e dá seu testemunho: “Escolhi malhar no condomínio em virtude da estrutura, do suporte profissional e da praticidade. Antes, malhava fora e também praticava spinning. A academia do prédio supre as minhas necessidades completamente, sendo que faço atividades aeróbicas e musculação. A maior vantagem é a comodidade, em menos de um minuto já estou na academia do condomínio! No entanto, há pouca oferta de horários e opções, que poderiam ser encontradas em alguma academia tradicional. Mas é um gasto a menos no meu orçamento”. Robson Falcão, de 53 anos, morador da Zona Norte do Rio de Janeiro, concorda. “A academia tem mais aparelhos, mas aqui há a comodidade de só descer o elevador – e sai bem mais barato. Sem contar que não há a necessidade de revezar equipamentos e posso fazer horários alternativos para não malhar com pressa”, afirma.

Obrigado por avaliar esta matéria.
2 pessoas deram uma medalha para esta matéria.
Esta matéria merece uma medalha?
Compartilhe

MATÉRIAS relacionadas

NOSSOS BLOGS

TAGS
NEWSLETTER
EVENTOS
próximo evento VENUS 15K RJ 09 DE OUTUBRO