W RUN THE FINISHER NUTRIÇÃO TREINO SABER VIVER PRODUTOS VÍDEOS FOTOS CALENDÁRIO BLOGS FÔLEGO

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Insira seu email abaixo e clique em "Enviar". Você receberá sua senha no email indicado.
Email:

Entre com o seu cadastro do Sua Corrida.

Email:
Senha:
OU

Ainda não é usuário do nosso conteúdo exclusivo?

Musculação queima mais calorias do que se imaginava

Esta é a conclusão de um estudo da Universidade Estadual do Arizona, que aplicou um novo método para o cálculo

Por: Redação - São Paulo - 20/01/2014
Compartilhe
Foto: Thinkstock.

Foto: Thinkstock.

Se o seu objetivo é perder peso, o melhor é investir nos exercícios aeróbicos, como corrida, bike e natação, certo? Não necessariamente. Uma nova pesquisa realizada pelo departamento de exercício e bem-estar da Universidade Estadual do Arizona, nos Estados Unidos, defende que os exercícios anaeróbicos podem ser igualmente eficientes. Com um método atualizado de cálculo, os pesquisadores descobriram que sequências de flexões, abdominais, agachamentos e barra são capazes de queimar o dobro de calorias do que se imaginava anteriormente.

De acordo com as fórmulas tradicionais, qualquer tipo de corrida entra na classificação de atividade intensa, enquanto a maioria dos treinos de força é considerada atividade moderada. No entanto, para os pesquisadores do Arizona, isso seria consequência de limitações provocadas pela utilização de uma equação inadequada do gasto de energia.

Para encontrar uma estatística mais verdadeira, 12 homens saudáveis com experiência mínima de um ano em treino de força foram designados a realizar três séries de um determinado circuito. Dois métodos diferentes foram aplicados para estimar a queima calórica: o tradicional, que calcula o consumo médio de oxigênio durante cada atividade, e um segundo, inovador, que calcula a média de consumo de oxigênio durante o período de recuperação.

A diferença dos resultados foi dramática, com o segundo método apontando praticamente o dobro de gasto de energia em relação ao primeiro. A média de queima calórica durante as flexões, por exemplo, passou de 4,1 calorias por minuto para 8,56 calorias por minuto. Os abdominais subiram de 4,09 calorias por minuto para 7,29, agachamentos de 5,28 calorias por minuto para 9,33 e exercícios na barra de 4,03 calorias por minuto para 9,95.

Com o novo cálculo, todos esses exercícios anaeróbicos, com exceção dos abdominais, passaram a se enquadrar na classificação de “atividade intensa”.

Obrigado por avaliar esta matéria.
152 pessoas deram uma medalha para esta matéria.
Esta matéria merece uma medalha?
Compartilhe

MATÉRIAS relacionadas

NOSSOS BLOGS

TAGS
NEWSLETTER
EVENTOS
próximo evento VENUS 15K RJ 09 DE OUTUBRO