W RUN THE FINISHER NUTRIÇÃO TREINO SABER VIVER PRODUTOS VÍDEOS FOTOS CALENDÁRIO BLOGS FÔLEGO

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Insira seu email abaixo e clique em "Enviar". Você receberá sua senha no email indicado.
Email:

Entre com o seu cadastro do Sua Corrida.

Email:
Senha:
OU

Ainda não é usuário do nosso conteúdo exclusivo?

6 dicas para fortalecimento do músculo tibial

Fique por dentro de exercícios para se livrar de incômodos nesta região

Por: Fernando Rocha - São Paulo - 21/07/2015
Compartilhe
Dor-tibial

Foto: Thinkstock

Para milhares de pessoas, correr é uma grande paixão. Além de garantir uma ótima qualidade de vida, torna o cotidiano muito mais prazeroso. Mas, muitas vezes, dores podem surgir devido à sobrecarga de treino e pouco trabalho de musculação. O músculo tibial pode ser afetado pelo estresse durante os treinamentos. Saiba como evitar e fortalecer essa região tão importante.

VEJA MAIS:
9 mitos e verdades sobre as dores nas costas
10 erros mais comuns dos corredores
Dores nos joelhos? Confira os cuidados na hora de treinar

A corrida exige força e ótimo condicionamento físico. Fazer trabalhos musculares antes de praticar o esporte é essencial para evitar lesões. O músculo tibial auxilia na absorção e desaceleração durante o esforço durante a prática. Alguns corredores sentem desconforto na tíbia, o que deve ser um sinal de alerta de que algo está sendo feito de forma equivocada.

Os aspectos mais comuns para as dores surgirem são a pisada hiperpronada e hipersupinada, utilização de percurso irregulares, corrida em terrenos extremamente rígido e sobrecarga de treinos. De acordo com o treinador da Lobo Assessoria, André Cezarino de Lima, todo corredor deve consultar um profissional para evitar que contusões surjam. “A falta de fortalecimento deste músculo pode ser crucial para sintomas negativos surgirem. O músculo bem trabalhado estará preparado para enfrentar qualquer obstáculo”, destaca o professor.

O estresse nessa musculatura pode levar à Síndrome de Estresse Tibial Medial (Canelite). Isso causa inflamação e dor na parte frontal e interna da perna. Segundo Cezarino, o mais indicado nessas situações é o repouso e a aplicação de gelo.

Lembre-se que não é normal permanecer com dores por muito tempo. Caso isso aconteça, um médico deverá ser procurado. Nunca deixe que um incomodo atrapalhe na atividade física. Informe-se e procure um especialista.

Confira abaixo 6 dicas de exercícios do treinador André Cezarino para região tibial:

  • Batida de pés: Sentando em um banco, realizar a batida simultânea dos pés no chão por 30 segundos aumentando, aos poucos, até um minuto. A evolução de tempo deve acontecer na medida que a resistência da musculatura aumentar.
  • Caminhada com os calcanhares: Caminhar de 5 a 10 metros, apoiado apenas sobre os calcanhares, sempre com passadas curtas, e retornar caminhando ao ponto inicial. Executar pelo menos quatro vezes.
  • Dorsiflexão com caneleiras: Em pé ou sentando com os calcanhares apoiados, executar o movimento de dorsiflexão (ponta do pé para cima), com caneleiras colocadas na ponta dos pés. O exercício poder adaptado, colocando-se um halter no meio dos dois pés, executando-se o mesmo movimento.
  • Dorsiflexão com elásticos: Deitado, com uma das pernas elevadas e um elástico preso no peito do pé, realizar a dorsiflexão, segurando com as mãos as pontas do elástico com a perna, tensionando o elástico para cima.
  • Avião: Apoiado, em pé, sobre uma única perna com o joelho levemente flexionado. Manter-se na posição por pelo menos 30 segundos.
  • Alongamentos: 
    • Apoiar-se na parte lateral externa dos pés e tentar segurá-los pelas pontas.
    • Um dos pés apontado para a parte interior do corpo, pisando sobre o outro pé, buscando-se com as mão alcançar a ponta de ambos.



Obrigado por avaliar esta matéria.
11 pessoas deram uma medalha para esta matéria.
Esta matéria merece uma medalha?
Compartilhe

MATÉRIAS relacionadas

NOSSOS BLOGS

TAGS
NEWSLETTER
EVENTOS
próximo evento VENUS 15K RJ 09 DE OUTUBRO