W RUN THE FINISHER NUTRIÇÃO TREINO SABER VIVER PRODUTOS VÍDEOS FOTOS CALENDÁRIO BLOGS FÔLEGO

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Insira seu email abaixo e clique em "Enviar". Você receberá sua senha no email indicado.
Email:

Entre com o seu cadastro do Sua Corrida.

Email:
Senha:
OU

Ainda não é usuário do nosso conteúdo exclusivo?

Estalo nos joelhos são normais?

A crepitação, nome dado a esse barulho, é extremamente comum

Por: Bruno Lopes - São Paulo - 19/02/2015
Compartilhe
Estalo nos joelhos são normais?

Foto: Shutterstock

Ao realizar algum tipo de movimento com as pernas, como agachar, seus joelhos estalam de uma forma que deixam você surpreso? Isso já aconteceu com muitas pessoas, mas nada que possa ser preocupante. A crepitação, som do estalo que você ouve, é extremamente comum. “Isto não é nada mais que bolhas de gás aparecendo em suas articulações. Isto ocorre quando nós estalamos os dedos das mãos também. Depois de uma ou duas vezes, não há mais bolhas para se formar e os dedos param de estalar por algum tempo”, explica Caio Souza, médico do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Claro que, se o estalo for acompanhado de dor, inchaço ou perda da mobilidade dos joelhos, a pessoa deve procurar auxílio médico. Caso contrário, não é algo que deva se preocupar. “O barulho é resultado da diminuição da espessura da cartilagem. Esta reveste as extremidade dos ossos, e com o passar do tempo vão perdendo água e afinando. Assim, as articulações vão perdendo a suavidade, fazendo que com ossos e tecidos criem um pequeno atrito quando você dobra as pernas”, diz Souza.

Nos exercícios físicos, quando se executa uma série de agachamento, por exemplo, os estalos no joelho podem ser por conta dos grande movimento – quando o quadril fica abaixo dos joelhos.”Quando é feito dessa maneira, é colocado quase oito vezes o peso do seu corpo na patela – osso da frente do joelho. E então, quando você adiciona uma barra com ou sem peso em cima disso, as articulações e os tecidos ao redor do joelho acabam sendo muito exigidos. Isso pode levar a lesões no local”, orienta o especialista.

A execução correta é não dobrá-los mais que 90 graus. Assim, as articulações não ficam sobrecarregadas e o treino de força é eficaz.

Obrigado por avaliar esta matéria.
5 pessoas deram uma medalha para esta matéria.
Esta matéria merece uma medalha?
Compartilhe

MATÉRIAS relacionadas

NOSSOS BLOGS

TAGS
NEWSLETTER
EVENTOS
próximo evento VENUS 15K RJ 09 DE OUTUBRO