W RUN THE FINISHER NUTRIÇÃO TREINO SABER VIVER PRODUTOS VÍDEOS FOTOS CALENDÁRIO BLOGS FÔLEGO

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Insira seu email abaixo e clique em "Enviar". Você receberá sua senha no email indicado.
Email:

Entre com o seu cadastro do Sua Corrida.

Email:
Senha:
OU

Ainda não é usuário do nosso conteúdo exclusivo?

Coma pimenta e melhore sua performance na corrida

O alimento reduz dores pós-treino, acelera o metabolismo e ajuda a emagrecer

Por: Juliana Mesquita - São Paulo - 03/07/2017
Compartilhe

melhore a sua performance na corrida com o consumo de pimenta Muitos alimentos podem contribuir para o bom desempenho na atividade física. A pimenta é um deles. Além de dar sabor picante a seus pratos, o condimento possui inúmeras propriedades que contribuem para o rendimento na corrida e também na recuperação pós-treino. Vamos mostrar alguns deles.

Acelera a perda de peso
É claro que o consumo isolado do alimento (sem uma dieta balanceada) não faz milagre. Mas a pimenta é termogênica e acelera seu metabolismo em até 20% – ou seja, faz com que seu organismo queime mais calorias. “Estudos têm demonstrado que o condimento auxilia no aumento da oxidação de gorduras, da taxa metabólica basal e no controle do apetite. Há também evidências de que é possível reduzir em até 40% o colesterol total, o que é excelente para prevenir doenças do coração”, garante Thaliane Dias Mack, professora do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera de Brasília – Pistão Sul.

Possui ação anti-inflamatória
A pimenta pode evitar que você fique dolorida depois de um treino intenso. Isso acontece graças à presença de capsaícina, substância responsável pelo sabor picante, que tem propriedades anti-inflamatórias. “Quanto mais ardida a pimenta, maior serão os benefícios oriundos da capsaícina, que também é antioxidante (combate os radicais livres que causam fadiga)”, confirma Thaliane. A nutricionista ainda destaca que os compostos anti-inflamatórios da pimenta também são utilizados no tratamento de alguns tipos de enxaqueca.

Aumenta o bem-estar
A pimenta é fonte de piperina. “Esse composto influencia na liberação de endorfina, neurotransmissor que promove a sensação de bem-estar.” Resumidamente, a endorfina é produzida pelo organismo quando ele sai do seu estado de “conforto” (ao fazer esforço prolongado ou comer algo picante, por exemplo), para gerar bem-estar e permitir que aquela tarefa continue sendo realizada.  “Estudos comprovaram que quanto mais ardida a pimenta, mais endorfina é produzida.”

MAIS
Coma gengibre e turbine seus resultados no treino
5 benefícios da couve para quem corre 
Receitas pré e pós-treino para quem corre de manhã 

NA PORÇÃO CERTA
Descubra a quantidade de pimenta que você precisa consumir para garantir seus benefícios

“Se for para acelerar o metabolismo, é preciso utilizar cerca de 3 g diariamente, e há estudos que indicam que até 10 g pode trazer resultados positivos”, diz Thaliane. Já para obter os demais efeitos trazidos pelo condimento, o consumo regular basta. “Procure usar todos os dias um pouquinho em suas preparações, de preferência a pimenta vermelha e, sem esquecer de associar a uma alimentação equilibrada e a atividade física”, recomenda Thaliane. Uma boa opção para isso é misturar duas ou três pimentas (sem sementes) em azeite extra-virgem e acrescentar aos seus pratos. “Você pode ainda incluir orégano, alecrim e manjericão para dar mais sabor ao tempero”.

Apesar de o alimento possuir muitos benefícios, existem contraindicações. Pessoas com hipertensão ou com problemas gastrointestinais (como gastrite, úlcera e hemorroidas) devem evita-lo, já que o consumo pode agravar esses problemas.

Ardeu, e agora?
Se a pimenta for muito ardida, não beba água. Isso só vai trazer mais problemas. A melhor saída é beber leite ou seus derivados (iogurte, creme de leite) para aliviar a situação.

 

 

 

Obrigado por avaliar esta matéria.
11 pessoas deram uma medalha para esta matéria.
Esta matéria merece uma medalha?
Compartilhe

MATÉRIAS relacionadas

NOSSOS BLOGS

TAGS
NEWSLETTER
EVENTOS
próximo evento VENUS 15K RJ 09 DE OUTUBRO