W RUN THE FINISHER NUTRIÇÃO TREINO SABER VIVER PRODUTOS VÍDEOS FOTOS CALENDÁRIO BLOGS FÔLEGO

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Insira seu email abaixo e clique em "Enviar". Você receberá sua senha no email indicado.
Email:

Entre com o seu cadastro do Sua Corrida.

Email:
Senha:
OU

Ainda não é usuário do nosso conteúdo exclusivo?

Fast food: a velocidade na hora de comer vale a pena?

Sem tempo de preparar uma alimentação saudável, muitos apelam para lanches rápidos e calóricos

Por: Fernando Rocha - São Paulo - 15/06/2015
Compartilhe

Fast-foodNo mundo atual é muito comum a rapidez em todos os processos da vida. Seja no trabalho ou na hora da refeição, a velocidade é dominante. Um dos inimigos na hora de se alimentar é sem dúvida a pressa. Fast food é a opção preferida de muita gente – até mesmo quem se exercita de forma regular. Mas quais os malefícios deste tipo alimentação inadequada?

VEJA MAIS:
Por que as minhas dietas não dão certo?
5 receitas de recheios doces e saudáveis para tapioca
Alimentos naturais que auxiliam na perda de peso

A má dieta pode trazer diversos problemas de saúde. Se os lanches altamente calóricos forem consumidos em excesso, diversas doenças podem aparecer mais cedo ou mais tarde. Mesmo assim uma pesquisa elaborada em 2011 pela Shopper Experience, chamada Fast Food no Brasil, revelou que 74% das pessoas preferem fast food aos restaurantes tradicionais. Fábio Cardoso, especialista em medicina preventiva e longevidade,  alerta sobre os riscos: “Podem surgir enfermidades como a obesidade, hipertensão, diabetes, infartos, derrames cerebrais, distúrbios de ansiedade, entre diversos outros”.

O fast food possui altos teores de gordura, sódio e colesterol, três elementos que fazem mal à saúde. Apesar de muitos saberem disso, a sociedade atual acabou adotando este tipo de alimento, justamente por sua praticidade. Para o médico, o fast food se encaixa na cultura que coloca um valor alto na eficiência. “Esse lanche se identifica com o mundo acelerado, resolutivo, desprovido de maior entendimento e literalmente ‘resolve’ de forma rápida a fome. Contém uma concentração calórica muito elevada, ‘empanturrando’ o corpo e dando uma sensação de saciedade momentânea, mas que passa logo”, alerta.

O hábito de degustar os alimentos foi corrompido pelo fast food. Além de consumir rapidamente o lanche calórico, comer tornou-se algo mecânico e de pouca sensação do que estamos ingerindo. Mastigar lentamente, o que seria correto, é algo raro nos tempos atuais. “É uma forma rápida e prática de se continuar acelerado e sem profundidade no seu dia a dia”, afirma Cardoso.

Mas para tudo tem solução, certo? Manter uma vida saudável reflete no nosso dia a dia, pois assim teremos mais energia, disposição e bom humor, de acordo com Cardoso. Para o especialista, alternativas não faltam. “Frutas, castanhas, consuma saladas ao menos duas vezes ao dia e se hidrate de forma adequada (o corpo confunde sede com fome). Beba 2 litros d’água por dia.”

Obrigado por avaliar esta matéria.
11 pessoas deram uma medalha para esta matéria.
Esta matéria merece uma medalha?
Compartilhe

MATÉRIAS relacionadas

NOSSOS BLOGS

TAGS
NEWSLETTER
EVENTOS
próximo evento VENUS 15K RJ 09 DE OUTUBRO