W RUN THE FINISHER NUTRIÇÃO TREINO SABER VIVER PRODUTOS VÍDEOS FOTOS CALENDÁRIO BLOGS FÔLEGO

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Insira seu email abaixo e clique em "Enviar". Você receberá sua senha no email indicado.
Email:

Entre com o seu cadastro do Sua Corrida.

Email:
Senha:
OU

Ainda não é usuário do nosso conteúdo exclusivo?

Alimentação fracionada

Comer de três em três horas pode proporcionar vários benefícios para que pratica esporte (ou não). Veja as algumas opções para os seus lanches

Por: Olavo Guerra - São Paulo - 01/08/2014
Compartilhe
lanche

Foto: Thinkstock.

A reeducação alimentar é importante para pessoas que querem perder peso e mesmo para aquelas que já são magras, mas buscam uma vida mais saudável. Além dos alimentos com mais nutrientes e menos gordurosos, um dos pilares desse processo é comer de forma fracionada. “Alimentar-se a cada três horas acelera o nosso metabolismo e nos deixa mais dispostos para as atividades do dia a dia”, comenta a nutricionista Patrícia Mariana Cocuzza. “Além disso, reduz o apetite na hora das refeições e, assim, comemos menos.”

Segundo a especialista, nosso corpo precisa se acostumar e estar ciente de que iremos oferecer alimentos em intervalos curtos. “Assim, evitamos o estoque que acaba acumulado em forma de gordura abdominal”, alerta.

“Apesar de comer várias vezes ao dia, é importante manter as três grandes refeições: café da manhã, almoço e jantar”, destaca Patrícia. “No intervalo entre estas, entram os pequenos lanches, preferivelmente com frutas e opções saudáveis.” A escolha de alimentos muito calóricos e com poucos nutrientes para os lanchinhos pode atrapalhar, gerando malefícios à saúde e proporcionando o acúmulo de gordura.

No caso de corredores e/ou pessoas fisicamente ativas, comer fracionadamente pode ser ainda mais favorável. “Com o metabolismo acelerado, melhoramos a nossa performance e ganhamos mais disposição para os treinamentos.” A nutricionista sugere que o atleta se programe para que a última alimentação antes da atividade seja feita 30 minutos antes. “Assim, será garantido um estoque suficiente de energia”, complementa.

Para garantir que o corredor não estará nem empanturrado, nem com fome durante o exercício, ela indica que os lanches sejam alimentos de fácil digestão e ricos em carboidratos – nutriente responsável por fornecer energia ao organismo. “Se no pré-treino você comer apenas proteína ou fica em jejum, o corpo acaba utilizando os músculos para obter energia, causando a perda de massa magra e do tônus muscular. Consequentemente, o ritmo do metabolismo diminui.” Banana, flocos de aveia, pão integral, entre outros, são boas opções para os lanches. “Evite alimentos ricos em gorduras, pois eles podem atrapalhar a digestão e diminuir a performance”, finaliza.

Obrigado por avaliar esta matéria.
30 pessoas deram uma medalha para esta matéria.
Esta matéria merece uma medalha?
Compartilhe

MATÉRIAS relacionadas

NOSSOS BLOGS

TAGS
NEWSLETTER
EVENTOS
próximo evento VENUS 15K RJ 09 DE OUTUBRO