W RUN THE FINISHER NUTRIÇÃO TREINO SABER VIVER PRODUTOS VÍDEOS FOTOS CALENDÁRIO BLOGS FÔLEGO

CONTEÚDO EXCLUSIVO

Insira seu email abaixo e clique em "Enviar". Você receberá sua senha no email indicado.
Email:

Entre com o seu cadastro do Sua Corrida.

Email:
Senha:
OU

Ainda não é usuário do nosso conteúdo exclusivo?

5 alimentos que parecem saudáveis, mas não são

Sem perceber, você pode estar sabotando a sua dieta! Entenda o que está por trás de alguns produtos ditos saudáveis e acerte nas próximas escolhas

Por: Redação - São Paulo - 01/02/2016
Compartilhe
Foto: Thinkstock.

Foto: Thinkstock.

Nem todos os alimentos que aparentam ser menos calóricos e mais saudáveis, de fato, o são. Muitos produtos procurados por quem está de dieta podem se tornar verdadeiras armadilhas para a silhueta e para a saúde. Substituir refrigerante por suco de caixinha, bolacha por barrinha de cereal ou pão francês por pão multigrãos, por exemplo, não é tão vantajoso quanto parece. Esses são alguns dos alimentos podem estar sabotando a sua dieta! Entenda por que – e acerte em suas próximas escolhas:

– Sucos de caixinha: contêm excesso de açúcares e aditivos químicos, como corantes, conservantes e aromatizantes, o que, além de engordar, pode desencadear reações alérgicas. “Mesmo os sucos light, devido ao processo de industrialização, perdem muitos minerais, fibras e vitaminas presentes na fruta in natura. Assim, sua função nutritiva já não é mais a mesma”, explica Ana Huggler, nutricionista do centro clínico Global Nutrição. O suco fresco, feito diretamente da fruta, é sempre a melhor opção. Mas até este exige alguns cuidados, como o consumo imediato, para que as vitaminas não sejam desperdiçadas. “Após o preparo, deve ser ingerido, no máximo, de 30 a 60 minutos depois, já que a vitamina C presente nas frutas se perde com facilidade”, afirma Ana, alertando também para o alto valor calórico de alguns sucos, como o de laranja.

– Barra de cereal: apesar de indicada para o intervalo entre as grandes refeições por sua alta concentração de fibras e seus baixos teores calórico e de gordura, algumas marcas contêm sódio, gorduras saturadas e açúcares em excesso – no último caso, o principal culpado é o xarope de milho, rico em frutose, utilizado para “dar liga” aos ingredientes. Por isso, é essencial ficar atento às especificações dos rótulos. As barrinhas ainda possuem muitos conservantes, substâncias que, em pesquisas recentes, aparecem relacionadas ao desenvolvimento de cânceres a longo prazo.

– Sopas em pó: adoradas por quem busca uma alimentação rápida e pouco calórica, são pobres em nutrientes e fibras e ainda podem agravar quadros de hipertensão se consumidas com frequência. Isso porque têm muito sódio em sua composição, o que sobrecarrega os rins e eleva a pressão sanguínea.

– Bebidas esportivas: “São indicadas apenas para quem pratica atividade física intensa, porque possuem grandes quantidades de açúcares, potássio e sódio, funcionando como repositores de carboidratos e eletrólitos. Só devem ser consumidas quando a duração e a intensidade do exercício realmente exijam essa reposição, devendo ser evitadas por quem pratica atividades moderadas, principalmente se o objetivo for a perda de peso”, ensina a nutricionista. Os hipertensos também devem ficar longe desses produtos, por causa do excesso de sódio.

– Pães multigrãos: embora o nome dê a entender que são ricos em fibras e outros nutrientes benéficos à saúde, nem sempre carregam as propriedades nutricionais dos grãos integrais, pois muitos são preparados com grãos refinados. Confira sempre a lista de ingredientes e, se em primeiro lugar estiver a  farinha de trigo refinada, mesmo que fortificada, o pão não é 100% integral.

Obrigado por avaliar esta matéria.
598 pessoas deram uma medalha para esta matéria.
Esta matéria merece uma medalha?
Compartilhe

MATÉRIAS relacionadas

NOSSOS BLOGS

TAGS
NEWSLETTER
EVENTOS
próximo evento VENUS 15K RJ 09 DE OUTUBRO